quinta-feira, 17 de outubro de 2019

DOE Voluntário

Comemoração de 20 anos do Samaritano São Francisco de Assis - 2º DIA

Palestra com o Professor Dr. Fernando Altemeyer Júnior e o Filósofo e Teólogo Carlos Strabelli com o tema: “Ser Samaritano e Franciscano na conjuntura Atual” no Centro Pastoral São José do Belém – as 19:30 hs.

O Conselheiro fiscal Sr. Eliézio Antonio Gonçalves relatou/resumiu as falas dos palestrantes:

Carlos Strabelli: resgatou a mística, a força do movimento... do serviço, doação ao próximo.

Mística, mistério, convicções fortes, pensamento ganha o coração e depois juntos à Ação transformadora.

Manifesta-se na vida pessoal, relação afetiva, trabalho, família, luta política, na dor e na festa. É tempero e não fanatismo/alienação. É vivência sem hora marcada.

Lembrou a parábola de Jesus , do Samaritano, quem é o meu próximo? Falou da vida de São Francisco de Assis e o histórico real.

Por fim falou: O Projeto Samaritano e Franciscano, carrega dois grandes símbolos e exemplos Vivos de SERVIÇO...AMOR incondicional, Desafio constante para não desanimar e seguir na Doação ao Próximo.

Fernando Altemeyer Júnior:

Buscou mostrar e reforçou o trabalho integral no HOJE, a importância da militância política, Social, Interativa e integrativa dos movimentos nos territórios.

A construção de redes e mobilização. Nunca ir sozinho, sempre buscar alianças. Foco principal: os pobres, os mais vulneráveis e oprimidos, novas formas de escravidão de hoje.

Falou do exemplo de São Francisco na vida, citou o Filme: Irmão Sol, Irmâ Lua, o gesto do Papa na época em beijar os pés de Francisco e a revolução silenciosa que ocorreu naquela oportunidade, naqueles templos sombrios.

Falou ainda do nosso papa Francisco, arejando e abrindo as janelas para entrar Ar puro e novo na Igreja há que se renovar,em saída, resgate ao simples, a tolerância, ao ouvir o Outro, ao pobre,( ampliar conceito material e espiritual).

O sistema político e governo atual, alicerçado no capital, desagregou quase que totalmente os movimentos sociais, criando um clima de desânimo e desencanto total.A luta continua, ela é cíclica, vamos extrair o aprendizado e se unir nas bases com força, com M´stica nos valores da Vida, dignidade e Cidadania verdadeiras.

Por fim, ficou o recado de trabalhar a Ação Social, movimentos nos territórios com doação, melhor do Coração e Mente em Redes( se conectar, novas formas de comunicação...se alinhar, se unir, buscar apoios...,no Projeto Vivo do Estar e Ser Samaritano e Franciscano).

Galeria de fotos